O framework Scrum é formado por times scrum e os papéis a estes associados, time boxes (eventos com duração fixa) artefatos e regras. Os times scrum são configurados de modo a otimizar a flexibilidade e a produtividade. Por esse motivo os membros de um Time Scrum são auto-organizáveis, interdisciplinares e trabalham em iterações. Cada grupo possui três papéis:

  • o Product Owner(PO) que é o responsável por garantir o retorno sobre o investimento (return on investment – ROI) do projeto. Ele representa e defende os interesses do cliente, é ele quem cria, prioriza e mantém a lista de funcionalidades (Backlog de Produto) do projeto. Para exercer a função de Product Owner deve-se ter visão estratégica, disponibilidade, criatividade, poder de persuasão, ser comunicativo e conhecer bem as necessidades dos clientes  –  muitas vezes esse papel pode ser assumido pelo cliente ou um representante do mesmo;
  • o Scrum-Master que é o responsavel por garantir  o uso do Scrum, remover impedimentos e proteger a equipe das interferências externas. Ele auxilia o product owner no processo de priorização dos requisitos. Deve ser responsavel, facilitador, humilde, comunicativo, influente e organizado.;
  • o Time Scrum que deve estimar o tempo e o esforço envolvido nos itens de projeto e definir as metas das Sprints, visando produzir produtos com alta qualidade e valor para o cliente. Deve ser multidisciplinar, comunicativo, comprometido, autogerenciado e capaz de resolver conflitos; normalmente é composto de 5 a 9 pessoas.


Agile desmistificado com Scrum, XP, Kanban, Spotify e Trello